sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

PARTIDO SOLIDARIEDADE RECORREU AO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL-STF PARA DERRUBAR DECISÃO DO MINISTRO MARCO AURÉLIO, QUE ANUNCIOIU QUE ELEIÇÃO NO SENADO SERÁ COM VOTO ABERTO

Resultado de imagem para PARTIDO SOLIDARIEDADE


O partido Solidariedade recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) para derrubar a decisão monocrática (individual) do ministro Marco Aurélio Mello, que decidiu que a votação para a eleição do novo presidente do Senado deve ser com voto aberto. A eleição está marcada para 1º de fevereiro.
O Solidariedade apontou que a decisão de Marco Aurélio deve ser suspensa "a bem da harmonia entre os poderes, da estabilidade mínima das instituições republicanas e do regime democrático". O pedido será analisado pelo presidente da Suprema Corte, ministro Dias Toffoli.