terça-feira, 9 de julho de 2024

PF: BOLSONARO DESVIOU R$ 6,8 MILHÕES EM JOIAS E PRESENTES

 


  O relatório da Polícia Federal (PF), que fundamentou o indiciamento do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) no caso da negociação das joias, concluiu que houve desvio ou tentativa de desvio de itens cujo valor de mercado chega a R$ 6,8 milhões. O documento enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF) informava que o valor era de R$ 25 milhões, mas a PF informou que houve erro material na conclusão, ficando somente em R$ 6,8 milhões de reais.

A quantia correta é mencionada em outros trechos do relatório. De acordo com a PF, os elementos de provas da investigação apontam que houve “associação criminosa voltada para a prática de desvio de presentes de alto valor recebidos em razão do cargo pelo ex-presidente da República Jair Bolsonaro e/ou por comitivas do governo brasileiro, que estavam atuando em seu nome, em viagens internacionais”.