terça-feira, 2 de julho de 2024

RESISTÊNCIA DE LULA A CORTAR GASTOS AMPLIA INCERTEZAS NAS CONTAS PÚBLICAS

 


A crise de credibilidade vivida pelo governo na condução das contas públicas e a escalada do dólar fizeram a equipe econômica ensaiar uma mudança de comportamento em junho e defender com mais ênfase a revisão de gastos federais. Nos últimos dias, porém, o presidente Lula (PT) se mostrou não convencido disso, ampliando a série de vaivéns observados na política fiscal. As idas e vindas se acumulam desde o início do governo, devido às dificuldades políticas e eleitorais de cada iniciativa lançada ou estudada.